Espiritismo .NET

Estudo vê semelhança entre cérebro de gays e do sexo oposto

Estudo vê semelhança entre cérebro de gays e do sexo oposto



Um estudo conduzido por pesquisadores suecos mostrou que o cérebro de homens gays é fisicamente parecido com o das mulheres heterossexuais, enquanto o de lésbicas se assemelha ao de homens heterossexuais.


Por meio de exames de ressonância magnética, os cientistas, da Universidade Karolinska, compararam as dimensões dos dois hemisférios do cérebro em 90 pessoas, entre homo e heterossexuais.


Ao analisar os resultados, os especialistas observaram que homens homossexuais e mulheres heterossexuais têm os hemisférios cerebrais simétricos, enquanto os dois lados do cérebro de lésbicas e homens heterossexuais são assimétricos, com o hemisfério direito consideravelmente maior do que o esquerdo.


Os pesquisadores ainda investigaram possíveis diferenças na amígdala, uma parte do cérebro ligada às emoções.


Eles verificaram mais “conexões nervosas” no lado direito da amígdala de homens heterossexuais e lésbicas, enquanto mulheres e homens gays têm mais impulsos elétricos no lado esquerdo.


O estudo, divulgado na publicação científica Proceedings of The National Academy of Sciences, sugere que fatores biológicos que influenciam na orientação sexual, como a exposição à testosterona no útero, também podem moldar a anatomia cerebral.



Útero


O trabalho, coordenado pelo pesquisador Ivanka Savic, teve como base uma pesquisa anterior que detectou diferenças nas habilidades espaciais e verbais relacionadas ao sexo e à orientação sexual.


A experiência mostrou que homens gays e mulheres heterossexuais tiveram bom desempenho em testes de linguagem, ao passo que homens heterossexuais e lésbicas se saíram bem em exames que avaliaram noções de espaço e direção.


Na avaliação do pesquisador Qazi Raham, da Universidade de Queen Mary, em Londres, e autor de estudos na área, não há mais dúvidas de que as diferenças cerebrais sejam delineadas nos primeiros estágios do desenvolvimento fetal.


“Não há mais argumentos, se você é gay é porque você nasceu gay”, disse o pesquisador.


Notícia publicada na BBC Brasil, em 17 de junho de 2008.



Pedro Vieira* comenta


Será que o corpo é um todo auto-sustentável ou sua formação responde a uma força direcionadora, uma energia modeladora?


No caso da reportagem, os materialistas dirão que a inclinação sexual é determinada pelo cérebro. Será que é realmente essa a relação entre causa e efeito? Será o cérebro causa dos comportamentos e tendências humanas ou apenas o efeito modelado por uma causa maior e anterior?


O Espiritismo não só indica filosoficamente, mas prova materialmente a existência de uma Inteligência Imortal, uma individualidade que possui, ao longo do tempo, várias personalidades em diferentes existências corpóreas e que evolui com essas experiências.


Então, se o Espírito existe, ou ele é escravo de uma circunstância aleatória orgânica que determina suas características comportamentais (e, nesse caso, as condições de vida seriam ‘sorte’ ou ‘azar’ em muitos aspectos) ou age ativamente sobre ela, modelando-a desde a escolha dos gametas e por toda a vida.


Os Espíritos nos dizem que a participação do Ser Imortal no seu reencarne é ativa, agindo sobre o corpo e recebendo dele também impressões. Se isso é verdade até no aspecto genético, que dirá a vertente fisiológica (funcionamento).


O cérebro, então, funciona baseado em impulsos de ação vindos do Espírito e transmitidos por seu perispírito. Se o Espírito, em suas existências anteriores, teve profunda ligação mental com um dos sexos e não cedeu à força do corpo físico para que alterasse seu psiquismo, trará ao funcionamento desse mesmo organismo as características do sexo oposto, ou seja, seu cérebro funcionará tão mais perecido quanto seja possível ao outro sexo.


É, portanto, a ação do Espírito sobre o corpo que determina a similaridade entre psiquismos masculino/feminino e não o contrário. Espírito com vinculação ao sexo masculino - funcionamento do cérebro como sexo masculino e vice-versa. Simples a Doutrina Espírita, não?


* Pedro Vieira é expositor e médium espírita. Colabora com o centenário Centro Espírita Cristófilos e com o Centro Espírita Léon Denis, no Rio de Janeiro, além de algumas outras casas.