Espiritismo .NET

Destaques VER TODAS AS NOTÍCIAS >>  VER TODOS OS ARTIGOS >>  VER TODOS OS EVENTOS >> 

  • O homem que perdeu pernas, dedos e parte do rosto após arranhão e lambida de seu cão

    A septicemia é a principal causa de morte por infecção no mundo. O caso do britânico é muito extremo, mas ele é uma das 20 milhões de pessoas que sofrem de septicemia por ano em todo o mundo. Jorge Hessen comenta. LEIA MAIS >>

  • Seminário Espírita no Rio de Janeiro

    Será realizado no dia 1º de julho de 2018, de 9h às 12h no Centro Espírita Jacques Chulam, o Seminário "Desafios da Educação Espírita". A facilitadora será Darcy Neves, do Centro Espirita Jorge Niemeyer. A entrada é franca, mas o evento aceita doações de latas de leite em pó para a instituição Vicente Moretti. LEIA MAIS >>

  • Encontro Espírita no Rio de Janeiro

    Será realizado no dia 24 de junho de 2018, de 8h30 às 13h no Centro Espírita Léon Denis do Rio de Janeiro, o 25º Encontro Espírita Sobre Mediunidade. O tema central é "Ação dos Espíritos Sobre a Matéria", que será desenvolvido pela equipe de dinamização. O evento terá transmissão ao vivo em www.celd.org.br. LEIA MAIS >>

  • Jornada Mediúnica no Piauí

    De 28 de junho a 1º de julho de 2018 acontecerá no Auditório Maria Dolores Aguiar do Centro Espírita Caridade e Fé a 3ª Jornada Mediúnica da instituição. O tema central é "Educação e Prática da Mediunidade". Na programação, palestras de Alberto Almeida, Eder Lemos, Fábio Carvalho e Severino Celestino. LEIA MAIS >>

  • Jornada Espírita no Maranhão

    De 27 de junho a 1º de julho de 2018 acontecerá no Centro Espírita Amor e Caridade a 21ª Jornada Espírita de Açailândia. O tema central é "Os Tempos São Chegados". Na programação, palestras de Osmir Freire, Edilson Caridade, Aldilamar Nunes e Ana Luiza Nazareno. Haverá também exibição do filme "Deixe-me Viver". O evento celebra os 150 anos do lançamento de "A Gênese". LEIA MAIS >>

  • Dois em cada três brasileiros acham que 'direitos humanos defendem mais os bandidos', diz pesquisa

    Na opinião de dois em cada três brasileiros, os direitos humanos defendem mais os criminosos que suas vítimas. Os dados são de uma pesquisa inédita do instituto Ipsos, obtida pela BBC Brasil. Sergio Rodrigues comenta. LEIA MAIS >>