Espiritismo .NET

Estudo da Doutrina Espírita e seus livros básicos (Codificação)

Quais são os livros básicos do Espiritismo?

- São cinco os livros básicos do Espiritismo: O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns, O Evangelho Segundo o Espiritismo,  O Céu e o Inferno, e A Gênese. São também conhecidos como Pentateuco e constituem a Codificação da Doutrina Espírita.

Segue uma breve síntese sobre estes livros:

O Livro dos Espíritos

Sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da Humanidade segundo os ensinos dados por Espíritos superiores com o concurso de diversos médiuns recebidos e coordenados por Allan Kardec.

O Livro dos Espíritos foi lançado por Allan Kardec em 1857, é o principal livro da Doutrina Espírita. Podemos chamá-lo de espinha dorsal, pois sustenta todas as outras obras doutrinárias. Divide-se em quatro partes: "As causas primárias"; "Mundo espírita ou dos Espíritos"; "As leis morais"; e "Esperanças e consolações".

Na primeira parte do Livro, o autor estuda as causas primárias, Deus, o espírito e a matéria. Traça considerações a respeito do princípio vital e da criação.

Na parte segunda, Kardec vai dissecar em profundidade o Mundo dos Espíritos; a encarnação, a desencarnação, a missão e ocupação dos Espíritos, bem como seu inter-relacionamento com os homens.

A terceira parte tem um caráter eminentemente moral, pois Kardec vai examinar a Lei Natural, subdividida em dez Leis Morais que regem as relações humanas: Adoração, Trabalho, Reprodução, Conservação, Destruição, Sociedade, Progresso, Igualdade, Liberdade e Justiça, Amor e Caridade.

Na última parte, o codificador se preocupa com as Esperanças e Consolações, introduzindo a sonda de suas investigações na complexa Lei de Causa e Efeito.

É composto de 1019 perguntas feitas por Kardec aos Espíritos superiores responsáveis pela vinda do Espiritismo aos homens. Que é Deus? De onde viemos? Para aonde vamos? O que estamos fazendo na Terra? Estas são algumas das questões respondidas pela falange do Espírito de Verdade.

O Livro dos Médiuns

Contém o ensino especial dos Espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações espirituais,os meios de comunicação com o mundo invisível, o desenvolvimento da mediunidade,as dificuldades e os tropeços que se podem encontrar na prática do Espiritismo constituindo o seguimento do "O Livro dos Espíritos". Sendo obra de indispensável Leitura para todos os Médiuns.

Teve seu lançamento em 1861. Nele, Allan Kardec mostra os benefícios e os perigos da mediunidade, ou seja, o canal que liga o homem encarnado ao mundo espiritual. Demonstra que embora todos os seres vivos possuam esta abertura de contato, há aqueles que a têm de uma forma mais abrangente. Kardec e os Espíritos superiores alertam sobre a sutileza desta faculdade, para que uma pessoa possa contatar os Espíritos sem descontrolar sua mediunidade.

O Evangelho Segundo o Espiritismo

Neste Livro você vai encontrar as Explicações das Máximas Morais de Jesus em Concordância com o Espiritismo e suas aplicações às diversas circunstâncias da vida. É muito conveniente utilizá-lo em leituras diárias, tanto de forma ordenada, quanto aleatória, para encontrarmos ensinamentos de muita luz embasados nas máximas de Jesus, também nos auxiliando em elevarmos nossas vibrações.

Editada em 1864, esta obra pode ser entendida como a parte moral da Doutrina Espírita. Nela, Kardec e os Espíritos superiores comentam numa linguagem acessível as principais passagens da vida de Jesus. Explicam suas parábolas e demonstram a grandiosidade do Mestre nos seus ensinos, dando-nos, além disso, conselhos importantes sobre nossa conduta diária frente às dificuldades e dúvidas da vida.

O Céu e o Inferno

Exame comparado das doutrinas sobre a passagem da vida corporal à vida espiritual, sobre as penalidades e recompensas futuras, sobre os anjos e demônios, sobre as penas, etc., seguido de numerosos exemplos acerca da situação real da alma durante e depois da morte.

Kardec lançou este livro em 1865. Através da evocação dos Espíritos de pessoas das mais diferentes classes sociais, crenças e condutas, demonstra-nos como foi a chegada e a vivência espiritual destes seres após o seu desencarne. Rainhas, camponeses, religiosos, assassinos, ignorantes e intelectuais são alguns dos que contam o que os aguardava depois de suas atitudes terrenas e como poderão ser suas vidas futuras.

A Gênese

A Doutrina Espírita é o resultado do ensino coletivo e concordante dos Espíritos.Neste Livro a Ciência é chamada a constituir a Gênese de acordo com as leis da Natureza.Deus prova a sua grandeza e seu poder pela Imutabilidade das suas leis e não pela ab-rogação delas.

Nesta obra, de 1868, Kardec explica a Gênesis Bíblica, a formação do Universo, demonstrando a coerência da mesma quando confrontada com os conhecimentos científicos, despida das alegorias próprias da época em que foi escrita. Expõe o que são os milagres, explicados pelas leis da natureza, produtos da modificação dos fluidos que nos cercam. Enfim, faz a religião e a ciência caminharem juntas, fortalecendo a fé dos que crêem em Deus.

 

Em que ordem devem ser estudados os livros da Codificação Espírita?

- Resumidamente teríamos a seguinte "indicação" de leitura:

1º - O que é o Espiritismo?;

2º - O Livro dos Espíritos;

3º - O Livro dos Médiuns;

4º - A Revue Spirite;

5º - (na ordem a sua escolha): Evangelho Segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno e A Gênese;

Devemos compreender que as cinco obras que compõe o pilar da Doutrina dos Espíritos se completam, e devem ser estudadas e compreendidas por todos os espíritas.

Porém sobre o Livro dos Espíritos se ergue todo um edifício: o da doutrina espírita. Ele é a pedra fundamental do Espiritismo, o seu marco inicial. O Espiritismo surgiu com ele e com ele se propagou, com ele se impôs e consolidou no mundo.

1º) 1857 - O LIVRO DOS ESPÍRITOS (cunho filosófico).

2º) 1861 - O LIVRO DOS MÉDIUNS (cunho prático/experimental).

3º) 1864 - O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO (cunho moral).

4º) 1865 - O CÉU E O INFERNO (estudo sobre a situação da alma durante e após a morte e sobre as penalidades e recompensas futuras).

5º) 1868 - A GÊNESE (estudo sobre a criação do Universo, segundo as leis da Natureza).

A primeira obra publicada por Kardec é, na essência, um tratado de perguntas e respostas de caráter filosófico. Em 1019 itens, o Codificador apresenta os princípios basilares da Doutrina que, posteriormente, serão desenvolvidos nos outros livros.

Na primeira parte do Livro, o autor estuda as causas primárias, Deus, o espírito e a matéria. Traça considerações a respeito do princípio vital e da criação.

Na parte segunda, Kardec vai dissecar em profundidade o Mundo dos Espíritos; a encarnação, a desencarnação, a missão e ocupação dos Espíritos, bem como seu inter-relacionamento com os homens.

A terceira parte tem um caráter eminentemente moral, pois Kardec vai examinar a Lei Natural, subdividida em dez Leis Morais que regem as relações humanas: Adoração, Trabalho, Reprodução, Conservação, Destruição, Sociedade, Progresso, Igualdade, Liberdade e Justiça, Amor e Caridade.

Na última parte, o codificador se preocupa com as Esperanças e Consolações, introduzindo a sonda de suas investigações na complexa Lei de Causa e Efeito.

Vejamos o que nos diz Kardec em O Livro dos médiuns: "CAPÍTULO III - Do método. - Ordem a que devem obedecer os estudos espíritas":
 
35. Aos que quiserem adquirir essas noções preliminares, pela leitura das nossas obras, aconselhamos que as leiam nesta ordem:

1º - O que é o Espiritismo? Esta brochura, de uma centena de páginas somente, contém sumária exposição dos princípios da Doutrina Espírita, um apanhado geral desta, permitindo ao leitor apreender-lhe o conjunto dentro de um quadro restrito. Em poucas palavras ele lhe percebe o objetivo e pode julgar do seu alcance. Aí se encontram, além disso, respostas às principais questões ou objeções que os novatos se sentem naturalmente propensos a fazer. Esta primeira leitura, que muito pouco tempo consome, é uma introdução que facilita um estudo mais aprofundado.

2º - O Livro dos Espíritos. Contém a doutrina completa, como a ditaram os próprios Espíritos, com toda a sua filosofia e todas as suas conseqüências morais. E a revelação do destino do homem, a iniciação no conhecimento da natureza dos Espíritos e nos mistérios da vida de além-túmulo. Quem o lê compreende que o Espiritismo objetiva um fim sério, que não constitui frívolo passatempo.

3º - O Livro dos Médiuns. Destina-se a guiar os que queiram entregar-se à prática das manifestações, dando-lhes conhecimento dos meios próprios para se comunicarem com os Espíritos. E um guia, tanto para os médiuns, como para os evocadores, e o complemento de O Livro dos Espíritos.

4º - A Revue Spirite. Variada coletânea de fatos, de explicações teóricas e de trechos isolados, que completam o que se encontra nas duas obras precedentes, formando-lhes, de certo modo, a aplicação. Sua leitura pode fazer-se simultaneamente com a daquelas obras, porém, mais proveitosa será, e, sobretudo, mais inteligível, se for feita depois de O Livro dos Espíritos."

Bem isso nos colocou Kardec em O Livro dos Médiuns, tal ordem foi sugerida por ele a partir da 5a edição, após a publicação de todos os outros livros, portanto esta ordem respeita a recomendação de Kardec. As outras leituras podem ser feitas de acordo com o interesse pessoal de cada um.