Espiritismo .NET

Pensamentos suicidas

Muitas pessoas pensam em suicídio ou dizem coisas como "eu queria estar morto" em momentos de grande estresse. Para a maioria das pessoas, esses pensamentos são uma maneira de expressar raiva, frustração e emoções fortes. Eles podem não ser um sinal de problema. Entretanto, pensamentos suicidas podem ser um sinal de necessidade de ajuda quando:

- Não vão embora

- Levam a ameaças, gestos ou tentativas de suicídio

- São sintomas de problemas médicos ou doenças mentais como:

Depressão - Até 70% das pessoas que cometem suicídio tinham sofrido de depressão no período que antecedeu suas mortes.

Distúrbio bipolar (maníaco-depressivo) - um distúrbio do humor, de exaltação/euforia (mania) para depressão severa. O suicídio pode ocorrer tanto na fase depressiva como na fase de mania.

Esquizofrenia - um grupo de distúrbios mentais em que existem graves alterações no pensamento, humor e comportamento. A pessoa vivencia ilusões, alucinações, pensamentos desordenados e/ou emoções inapropriadas.

Luto/sofrimento - a perda de uma pessoa amada pode provocar pensamentos suicidas. A pessoa pode achar difícil continuar vivendo sem a pessoa amada ou querer ficar com ele/ela na morte.

Suicídio:

É mais comum em homens do que em mulheres. Homens cometem 4 vezes mais suicídios do que as mulheres.

As mulheres tentam o suicídio 3 vezes mais do que os homens. Mulheres jovens tentam o suicídio de 4 a 8 vezes mais do que homens jovens.

Tem a maior taxa entre adultos acima de 65 anos.

É a terceira maior causa de morte em jovens com idade entre 15 e 24 anos.

Ameaças e tentativas de suicídio são a maneira de a pessoa tornar pública sua necessidade de ajuda e de atenção. Ameaças e tentativas de suicídio nunca devem ser menosprezadas ou consideradas como um "blefe". Em sua maioria, as pessoas que ameaçam ou tentam o suicídio mais de uma vez, se não impedidas, acabam conseguindo.

Lincx Serviços de Saúde - http://www.lincx.com.br

Tags: