Espiritismo .NET

suicídio

Semana de amor à vida em MG

De 8 a 10 de junho de 2017 acontecerá no auditório da Sede Histórica da União Espírita Mineira (UEM) a Semana de Amor à Vida – Reflexões Sobre o Suicídio.

Na programação, palestras de Fernando Rizzato, Juselma Maria Coelho e Waldemar Krepke. No último dia, seminário sobre recepção e atendimento fraterno especializado acerca do suicídio, realizado pela equipe do atendimento espiritual da UEM.

Suicídio

RESUMO:

1. Introdução
2. Conceito
3. Histórico
4. Causas do Suicídio:
4.1. Perspectiva Biológica
4.2. Teorias Psicológicas
4.3. Sentido Sociológico
5. Estatística
6. Centros de Prevenção
7. Doutrina Espírita:
7.1. Anotações Extraídas das Obras Básicas de Allan Kardec
7.2. Anotações Extraídas das Obras Complementares
7.3. Reflexões Baseadas nos Pressupostos Espíritas
8. Conclusões
9. Bibliografia Consultada

1. INTRODUÇÃO

O vale dos suicidas

EM DEFESA DA VIDA

O VALE DOS SUICIDAS

Mas na caverna onde padeci o martírio que me surpreendeu além do túmulo, nada disso havia!

Aqui, era a dor que nada consola, a desgraça que nenhum favor ameniza, a tragédia que idéia alguma tranquilizadora vem orvalhar de esperança! Não há céu, não há luz, não há sol, não há perfume, não há tréguas!

Suicídio e delinqüência

Todo rio procede de uma nascente simples.

A maioria dos incêndios se alteia de alguma faísca.

Assim também sucede com o suicídio e a delinqüência:

A reclamação demasiadamente repetida;

O grito inesperado, desarticulando o equilíbrio emocional de quem ouve;

O gesto de irritação;

A frase de crítica;

A explosão de ciúme;

O confronto infeliz;

A queixa exagerada;

A exigência sem razão;

A palavra de insulto;

A resposta à base de zombaria;

Ou o compromisso desprezado...

Suicídio e obsessão

EM DEFESA DA VIDA

SUICÍDIO E OBSESSÃO

Fala-vos humilde companheira que ainda sofre, depois de aflitiva tragédia no suicídio, alguém que conhece de perto a responsabilidade na queda a que se arrojou infeliz.

O pensamento delituoso é assim como um fruto apodrecido que colocamos na casa de nossa mente.

............................................

Jovem caprichosa, contrariada em meus  impulsos afetivos, acariciei a idéia da fuga, menoscabando todos os favores que a Providência Divina me concedera à estrada primaveril.

Páginas