Depois da morte: o mundo invisível

Se o nosso organismo físico apresenta alguma infecção, não questionamos a existência do vírus ou da bactéria, mesmo sem vê-los. Sabemos que os nossos sentidos não conseguem captar todas as informações do mundo que nos cerca. Existe um mundo invisível e se a nossa força visual não tivesse sido aumentada pelas descobertas da óptica, que saberíamos do Universo na hora presente? A nossa racionalidade nos leva a depreender que ainda precisamos de sentidos ou equipamentos que consigam demonstrar a existência de outros seres ou matérias em nosso entorno, imperceptíveis hoje para nós. Provas são necessárias!

Um dia de consciência é pouco!

O Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra foi estabelcido para ser comemorado, anualmente, no dia 20 de novembro, data do falecimento do líder negro Zumbi dos Palmares, conforme a Lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011.  A lei federal é o resultado de um longo processo para fazer a sociedade reconhecer o débito que temos com a população preta, descendentes dos povos africanos submetidos a um diáspora exploratória por meio da escravização de pessoas.

ÓCHÊMA: UMA CONCEPÇÃO NEOPLATÔNICA DO PERISPÍRITO

Existe na história da filosofia um platonismo considerado tardio, uma espécie de revivescência de Platão que ficou conhecido como neoplatonismo. Amônio Sacas, filósofo romano radicado em Alexandria, da transição entre os séculos 2 e 3 da era comum (ou depois de Cristo, como se falava na minha juventude...) é considerado um dos fundadores dessa escola e influenciou diversos pensadores de sua época, como Plotino, e mesmo pensadores cristãos, como o “quase-pai” da igreja, chamado Orígenes, que entre outras coisas, aceita a realidade lógica de uma pré-existência do Espírito como forma de se entender as diferenças de condição dos homens no mundo.

O surpreendente efeito da positividade tóxica na saúde mental

Pode parecer contraditório, mas a positividade pode ser tóxica. "Qualquer tentativa de escapar do negativo — evitá-lo, sufocá-lo ou silenciá-lo — falha. Evitar o sofrimento é uma forma de sofrimento" É precisamente nisso que consiste a positividade tóxica ou positivismo extremo: impor a nós mesmos — ou aos outros — uma atitude falsamente positiva, generalizar um estado feliz e otimista seja qual for a situação, silenciar nossas emoções "negativas" ou as dos outros.

Vício do cigarro pode estar ligado a fatores genéticos; entenda

Especialistas falam dos malefícios do fumo e quais doenças os tabagistas têm mais predisposição a desenvolver. Você sabia que durante a pandemia o consumo de cigarros aumentou, pois bem, segundo o estudo feito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Fundação Oswaldo Cruz e Universidade Estadual de Campinas, divulgaram um estudo com cerca de 45 mil indivíduos sobre o aumento de fumantes.  Alessandra Belo comenta.

Coluna: Em dia com o mundo 7

"Amigo, amigo!... É preciso cultivar a paz em si, antes de esperá-la no mundo! Pense comigo: como é que vamos ter uma sociedade educada, quando damos tão pouca atenção à educação? Como viveremos um ambiente de paz, se somos os primeiros a provocar conflitos, tanto nas ideias quanto nas ações? Antenório, Antenório... esperar que o mundo resolva nossos problemas íntimos é o mesmo que desejar colher onde não se plantou."

As freiras que, em vez de catequizar, defenderam cultura indígena e viram povo 'renascer'

Setembro de 2013, nordeste do Mato Grosso. A casa simples da freira Geneviève Hélène Boyé, a irmãzinha Veva, estava tomada por algumas dezenas de pessoas. No interior da residência, fora cavado um buraco retangular no chão de terra e, dentro dele, jazia seu corpo, pendurado em uma rede branca, a mesma na qual ela dormia todas as noites. Breno Henrique de Sousa comenta.

Coluna: Em dia com o mundo 6

A violência é, primariamente, o exercício de força física para infligir ferimentos ou danos a pessoas ou propriedades. Caracteriza-se como o emprego de recursos ou de esforços para subjugar indivíduos ou coletividades, objetos ou instituições a circunstâncias de inteiro interesse do agente violento. Não é um conceito simples de entender, mas é fácil sentir a sua presença, em especial quando somos nós as vítimas de suas ações.

Depois da morte: os grandes problemas

Diante do imenso Universo no qual vivemos, questionamo-nos se realmente existe Deus e, se Ele existe, será que nos criou imortais? Temos alma? Somos almas? A vida é única ou realmente existem várias reencarnações? Por qual motivo eu estou aqui? Qual é o objetivo da minha vida? Por que existe tanto sofrimento se Deus é suprema bondade?  

Páginas

Atendimento Fraterno via chat. De domingo a sexta-feira, das 20h às 22h; quinta-feira, das 08h15 às 11h15; e em dias e horários alternativos.