Espiritismo .NET

Família

Família
Vera Sá



Quando li pela primeira vez "Família, uma idéia genial de Deus", sorri e pensei exatamente o que muitos, ao olharem para suas relações familiares, devem imaginar: "Deus esqueceu de verificar a minha família." Será assim mesmo?!!...


Muitas vezes, preferimos conviver com a família vizinha, com a dos amigos e até colocamos ou nos colocam como "as ovelhas-negras" daquele grupo, ou as "ovelhas desgarradas", enfim, "os diferentes ora somos nós, ora são eles." Só rindo mesmo...


O que está errado?


Tem realmente algo errado?


O que Deus pretende ao permitir tantos desencontros numa família?


Enfim, o que é a família? No dicionário temos vários conceitos. Ora, são pessoas do mesmo sangue, ora as que vivem numa mesma casa e possuem algum parentesco, ora é o grupo de indivíduos que professam o mesmo credo, a mesma profissão, com os interesses comuns.


Verificamos também as explicações sociológicas, onde a comunidade constituída por um homem e uma mulher com os ditos "laços matrimoniais", gerando filhos, são chamados de família nuclear.


Já para outros filósofos, a formação acima descrita só pode ser assim considerada, quando alcançam características próprias das famílias de onde vieram. Bem, assim ou assado, como se fala popularmente, o que interessa mesmo é que "a união e a afeição que existem entre pessoas parentes são um índice da simpatia anterior que as aproximou... e Deus permite que, nas famílias, ocorram essas encarnações de Espíritos antipáticos ou estranhos, com o duplo objetivo de servir de prova para uns e, para outros, de meio de progresso..." (O Evangelho segundo o Espiritismo, Capítulo IV, item 19 - "Nascer de Novo")


"...Os laços sociais são necessários ao progresso e os de família mais apertados tornam os primeiros. Eis porque os segundos constituem uma lei da natureza. Quis Deus que, por essa forma, os homens aprendessem a amar-se como irmãos." (O Livro dos Espíritos, pergunta 774)


Agradeço ao Criador, a possibilidade que estou tendo nessa encarnação à "minha família" e à Doutrina Espírita.


"O melhor é viver em família. Aperte mais esse laço."


novembro de 2007