Espiritismo .NET

Animais recebem passe espiritual para cura de doenças em São Paulo


27 de março de 2015


Animais recebem passe espiritual em SP


Centros espíritas da capital paulista realizam tratamento espirituais em animais doentes. A Asseama, que é uma das casas espíritas, chega a receber, por mês, 2 mil bichos. Conheça como ela funciona e como são os passes. Assista:


Notícia publicada pela Revista ISTOÉ, em 28 de fevereiro de 2015.


Claudio Conti* comenta

A primeira vez que soube desta casa espírita que atende animais enfermos foi através de um vídeo. Como já faz algum tempo, não lembro muito bem quando e onde. Contudo, ficou gravado na minha mente que a notícia me encheu de alegria.

A questão dos animais ainda é muito controversa, inclusive no meio espírita, quando, na verdade, não deveria ser. Acredito que grande parte da controvérsia é decorrente do orgulho, ainda tão natural para nós, espíritos de um mundo de expiação e provas, em aceitar uma origem ou natureza comum. Se Deus é a causa primária de todas as coisas, como é repetido infinitamente nas casas espíritas, os animais também são decorrentes da vontade e amor divinos, portanto, são merecedores de todo o nosso respeito e consideração.

Podemos ressaltar dois livros que abordam a questão dos animais sob a luz do Espiritismo, que são: Os Animais Tem Alma?, de Ernesto Bozzano e A Questão Espiritual dos Animais, de Irvênia Prada. Estes dois autores tratam dos animais e sua romagem como seres espirituais que são. Até eu já ousei escrever sobre o tema em um pequeno texto que pode ser acessado pelo "link" http://ccconti.com/Texto3/textos3.htm#texto3.

Sendo seres espirituais por natureza, forçosamente necessitam tanto do corpo fluídico quanto do corpo físico para se manifestarem neste mundo material. Portanto, similarmente ao humano, também será preciso haver os centros de força para assimilar as energias necessárias para a manutenção destes corpos. Como consta na resposta a questão 592 d'O Livro dos Espíritos: "Pelo físico, (o corpo humano) é como os animais e menos bem dotado do que muitos destes". Consequentemente, os passes serão muito úteis quando necessário.

Muitos poderão objetar que, para o tratamento, é necessário a sintonia psíquica. A comparação entre o "espírito humano" e o "espírito animal", desculpem os termos, mas foram utilizados para fins de diferenciação, indica que o humano é capaz das quedas mentais das mais graves e, durante o tratamento, é encorajado a pensamentos mais nobres. Em contrapartida, nos animais não se verificam estas quedas morais, sendo, sob certo ponto de vista, mais estáveis, psiquicamente falando, que os humanos. Vale lembrar que os animais não estão sujeitos à expiação conforme informado na questão 602 d'O Livro dos Espíritos.

Em geral, podemos dizer que, se dependesse apenas dos médiuns, nenhum tratamento espiritual seria eficaz, quiçá útil. É necessário a presença dos mentores espirituais para adequação fluídica entre o seu próprio fluido, do médium e do paciente. Desta forma, também será necessário a presença dos mentores espirituais compatíveis com a tarefa a ser cumprida. Isto significa que será preciso a adequação do fluido do mentor espiritual, do médium e do paciente animal.

Posso falar por experiência pessoal que meu cão, já desencarnado por velhice, participava dos estudos do Evangelho no Lar e era pedido que sua água também fosse fluidificada. Além disso, em duas ocasiões, especificamente, quando se encontrava gravemente enfermo, sendo que uma vez chegamos a pensar que ele desencarnaria em decorrência de uma picada de algum inseto não identificado, foram ministrados passes, sempre rogando aos espíritos dedicados a assistência dos animais, que secundassem o passe para que o fluido fosse adequadamente ajustado. Em nenhum dos dois casos ele veio a desencarnar em decorrência do passe.

Mesmo para os mais incrédulos, não podemos negar que, mesmo que o passe em animais seja inócuo, o amor vertido sobre eles será real e se considerarmos somente isto, já traria benefícios enormes.

* Claudio Conti é graduado em Química, mestre e doutor em Engenharia Nuclear e integra o quadro de profissionais do Instituto de Radioproteção e Dosimetria - CNEN. Na área espírita, participa como instrutor em cursos sobre as obras básicas, mediunidade e correlação entre ciência e Espiritismo, é conferencista em palestras e seminários, além de ser médium pscógrafo e psicifônico (principalmente). Detalhes no site www.ccconti.com.