Espiritismo .NET

Britânico descobre mensagem de filha morta atrás de espelho

24 de julho de 2014



Britânico descobre mensagem de filha morta atrás de espelho



A menina de 12 anos morreu no mês passado e teria deixado frases de amor e reflexão para a família


O pai de uma família britânica teve uma grande surpresa, nesta quinta-feira, após descobrir uma mensagem escrita pela filha que morreu no mês passado vítima de câncer. A menina teria deixado frases de motivação e reflexões sobre a vida, atrás de um espelho na casa da família, em Leicester, Reino Unido, segundo informações do The Huffington Post.


Athena Orchard, de 12 anos, morreu no dia 28 de maio e seu pai apenas percebeu algo atrás do espelho da filha semanas depois. “Ela nunca mencionou nada sobre isso, mas é o tipo de coisa que ela fazia. Eu comecei a ler, mas tive de parar dezenas de vezes, porque é de cortar o coração”, disse Dean.


Athena foi diagnosticada em 2013 com osteossarcoma, um tumor maligno dos ossos que se propaga rapidamente para os pulmões - e, com menor frequência, para outros órgãos - e costuma atingir mais adolescentes e idosos.


Entre as frases escritas nas costas do espelho, estavam:  “cada dia é especial, então faça valer a pena” e “você pode ter uma doença fatal amanhã, então faça o melhor hoje... A vida só é ruim, se você a faz ser ruim”.


Notícia publicada no Portal Terra, em 5 de junho de 2014.



Paula Mendlowicz* comenta


Existe uma música muito conhecida que nos fala assim: Quem espera que a vida, seja feita de ilusão. Pode até ficar maluco. Ou morrer na solidão. É preciso ter cuidado. Pra mais tarde não sofrer. É preciso saber viver. Toda pedra do caminho, você pode retirar. Numa flor que tem espinhos, você pode se arranhar. Se o bem e o mal existem, você pode escolher. É preciso saber viver (...).


Na doutrina espírita, aprendemos que a morte é apenas o fenômeno de separação do espírito e do corpo, onde somente o corpo perece e o espírito continua sua jornada rumo à evolução. Somos espíritos imortais, criados na ignorância, mas que um dia chegaremos à perfeição, pois estamos em um constante processo de aprendizagem e melhoria.


Segundo Joanna de Ângelis, através da psicografia de Divaldo Franco, no livro Vitória sobre a Depressão, “a morte não significa o fim da vida, mas a bênção do renascimento em outra dimensão estuante de vibração e de progresso. [...] O ser humano tem como destino a conquista do Infinito, e esse logro não pode ser alcançado em apenas uma etapa, considerando-se a incontável pluralidade de constelações de galáxias que o Pai criou para servir de moradas para os Seus filhos.”


Compreendemos então a reencarnação como a oportunidade que temos para aprender e evoluir, entendendo que a vida física, na Terra, é uma bênção de Deus.


Nosso planeta é para nós uma grande escola, onde nos encontramos para aprender e ensinar, tendo a cada dia a oportunidade do recomeço. Todos sabemos que um dia deixaremos esta escola, mas apesar disso, a maioria de nós vive como se isso não fosse uma realidade, esquecendo-se da nossa imortalidade e de nossas responsabilidades.


No livro Para uso Diário, Espírito Joanes, psicografia de Raul Teixeira, podemos nos aprofundar: “Muitas pessoas erguem-se pela manhã acreditando não existir qualquer sentido para despertarem. Dormem sem nenhum objetivo e acordam do mesmo modo, transformando o dia a dia, em uma experiência insossa ou vazia. Vagam pelas ruas, sem destino certo, à mercê do que lhes aconteça no curso do dia. Levam uma vida sem direção, desvalorizando o tempo e a oportunidade de estarem reencarnados. Deixam-se levar pelos ventos do acaso. Não veem significado em família, em amigos, nem em trabalho (...). É urgente que nos possamos sentir como peças importantes nas engrenagens da vida. É necessário que tomemos gradual consciência quanto ao nosso exato papel frente às leis de Deus”.


“O osteossarcoma é um tipo de câncer extremamente agressivo, que atinge principalmente jovens entre 10 e 20 anos e tem elevado índice de mortalidade — menos de 5% dos pacientes sobrevivem à doença.” (http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/ 3dbe32004eb69225856897f11fae00ee/06_ciencia.pdf?MOD=AJPERES)


Como todos os outros tipos de câncer, o diagnóstico precoce é fundamental para que o tratamento tenha maior chance de sucesso, mas esse não foi o caso de Athena Orchard, que desencarnou aos 12 anos.


Aparentemente resignada, deixou mensagens muito importantes não só para os pais, mas para todos nós, quer estejamos enfrentando dificuldades, como doenças ou não. Lembremo-nos de que, ao reencarnar, todos estamos sujeitos à lei de causa e efeito, que nos mostra sempre a justiça e a misericórdia de Deus.


Já que não sabemos como, quando e onde iremos morrer, o ideal é que tentemos nos preparar da melhor maneira possível, vivendo com intensidade, mas, é claro, com disciplina e equilíbrio.


Reflitamos: “Nossos males provêm de que, apesar do progresso da ciência e do desenvolvimento da instrução, o homem se ignora a si próprio. Sabe pouca coisa das leis do Universo, nada sabe das forças que estão em si. O conhece-te a ti mesmo, do filósofo grego, ficou, para a imensa maioria dos homens, um apelo estéril. Tanto como há vinte séculos, o ente humano ignora o que é, donde veio, para onde vai, qual o fim real da sua existência. Nenhum ensino veio dar-lhe a noção exata de seu papel neste mundo, de seus deveres e de seu destino.” (Depois da Morte – Léon Denis.)


Que possamos, então, aplicar-nos no autoconhecimento e no autoamor, vivendo cada dia com gratidão, aproveitando o tempo de maneira útil, investindo no nosso progresso material e espiritual e ajudando aqueles que nos cercam. Que não esperemos a dor bater em nossa porta, assim como aconteceu com Athena e sua família, para aprender o valor da vida.


Aproveitemos a reflexão deixada pelo nosso querido médium Francisco Cândido Xavier: "Gostaria de dizer para você que viva como quem sabe que vai morrer um dia, e que morra como quem soube viver direito."



Bibliografia



Livros:


- O Evangelho Segundo o Espiritismo – Allan Kardec;


- Depois da Morte – Léon Denis;


- Para uso Diário, Espírito Joanes, psicografia de Raul Teixeira;


- Vitória sobre a Depressão – Espírito Joanna de Ângelis, psicografia de Divaldo Franco.



Internet:


<http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/ 3dbe32004eb69225856897f11fae00ee/06_ciencia.pdf?MOD=AJPERES>.


* Paula Mendlowicz é carioca e formada em ciências biológicas pela UERJ. É espírita e colaboradora do Espiritismo.net.