Espiritismo .NET

Quem explica o inexplicável?

2 de fevereiro de 2014



Quem explica o inexplicável?



Repórter Dulcinéia Novaes relata como foi a experiência durante a produção do programa desta sexta-feira (29).


Fenômenos paranormais, transes mediúnicos, cirurgias espirituais com e sem o toque das mãos.


Mergulhamos num mundo complemante diferente, um tanto ou quanto irreal. Entre crenças e descrenças. Gente que acredita piamente em vida após a morte. Gente que estuda e cria novas denominações tais como "dessoma" (morte do corpo físico), ou experiências extra físicas, quando há a projeção para fora do corpo. Gente sendo cortada sem anestesia e que não sente a mínima dor.


Que fenômenos seriam estes? Tentamos descobrir, garimpar algumas respostas para situações tidas como inexplicáveis.


Na Faculdade Espírita de Curitiba, os pesquisadores buscam explicações para determinados fenômenos.


Investigam vozes do além e situações assombrosas com o uso de equipamentos eletrônicos. E até um termômetro especial é um dos dispositivos para verificar a presença de supostas forças estranhas num determinado ambiente.


Uma câmara escura, com um espelho, é um dos recursos para ajudar uma pessoa a reduzir a tristeza do luto.


Na pequena cidade de Palmelo, interior de Goiás, a maior surpresa foi encontrar quase toda a população voltada para a doutrina espírita. Pessoas que vivem 24 horas os ensinamentos de Allan Kardec.


Entre elas uma professorinha aposentada, figura delicada, franzina, que fez viagens astrais (fora do corpo físico) enquanto dormia, a 20 moradas espirituais. Segundo Vania Damo, as colônias espirituais estariam espalhadas por todo o planeta.


A experiência dessas viagens ela relatou num livro.


A professora Vãnia contou que emagreceu sete quilos durante o período em que fez as viagens. Na véspera e no dia seguinte, ela não sentia fome: "Sentia-me saciada", nos confidenciou. E a colônia que mais a impressionou foi a das crianças: "muito linda, muito colorida, igual um parquinho de diversões. Tinha bercinhos também. Me encantei a tal ponto que quase não queria voltar". Segundo a professora, as viagens, pré-autorizadas pelos mestres do mundo espiritual, duravam em média 15 minutos. Não havia diálogo, mas era uma visita guiada por um espírito de luz chamado Joaninha Darc.


O atual presidente do Centro Espírita Luz da Verdade, Barsanulfo Zaruh, que vive em Palmelo desde a infãncia, hoje comanda as 28 equipes de médiuns. O lema maior é a caridade. Motivo pelo qual nos dias de sessões a cidade de Palmelo recebe um grande número de pessoas de todo o Brasil. E quem tem indicação para cirurgia espiritual não precisa se deslocar. É atendido nas pousadas e hotéis.


Em Abadiânia, outra cidade do interior goiano, quem atrai milhares de pessoas de todo o mundo é o médium João de Deus.


Impressionante a quantidade de visitantes de outros países. Gente que vai em busca de socorro espiritual, de cura para os os males do corpo e da alma.


Há muitos brasileiros que relatam terem sido milagrosamente curados de doenças graves, depois que estiveram em Abadiânia, na presença do médium João. Resultado da fé? Poderes mediúnicos? Qual a explicação?


Um homem simples, um tanto ou quanto reservado e que tem fiéis seguidores. Assim é João de Deus, o médium que encantou a apresentadora americana Oprah Winfrey. Um centro espírita frequentado por celebridades nacionais e internacionais.


No jardim da casa, sob o busto reverenciado do líder espiritual Dom Inácio de Loyola, lê-se a seguinte frase: "Para quem acredita, nenhuma palavra é necessária; para quem não acredita, nenhuma palavra é possível".


E o que dizer de uma comunidade que vive para estudar os chamados fenômenos parapsíquicos? Em Foz do Iguaçu, Waldo Vieira, mineiro de Monte Carmelo, que trabalhou com Chico Xavier, integrante do movimento espírita durante 28 anos, lidera um grupo de estudiosos dos chamados fenômenos parapsíquicos e paranormais.


No Centro Internacional de Altos Estudos da Conscienciologia, do qual é fundador, Vieira mantém uma biblioteca gigantesca, com mais de 300 coleções, 80 mil obras selecionadas sobre o tema. Os estudiosos do CEAEC estão elaborando uma enciclopédia com milhares de verbetes relacionados à Conscienciologia e Projeciologia, duas ciencias das quais Waldo Vieira se auto intitula autor.


Ele também prega a teoria da descrença, a "Descrenciologia". E é categórico ao dizer: "Não acredite em nada. Nem mesmo o que lhe informarem no Centro de Altos Estudos da Conscienciologia".


Além disso, desafia os seus seguidores a construirem pesquisas a partir das experiências pessoais.


Nessa jornada por cidades espíritas, transes mediúnicos, fenômenos sobrenaturais, a equipe vivenciou algumas pequenas situações curiosas, digamos, inusitadas: luzes se acendendo sozinhas, microfones que não funcionavam mesmo ligados e testados exaustivamente, baterias descarregando vertiginosamente...


Seriam as chamadas forças ocultas? Ou simplesmente fruto da nossa imaginação? Afinal, quem explica?!?


Acredite quem quiser...


Por Dulcinéia Novaes - repórter.


Notícia publicada na página do Globo Repórter, em 29 de novembro de 2013.



Claudio Conti* comenta


Os fenômenos fora daquilo que se convencionou denominar de "normal" sempre ocorreram e, ao que parece, sempre ocorrerão. Em decorrência disto, explicações de todos os tipos e formas foram elaboradas ao longo do tempo, surgindo os "deuses" dos mais diversos tipos, demônios e entidades das mais variadas. Tudo isto para satisfazer a humanidade dos seus anseios de respostas para os questionamentos que surgiam juntamente com as vivências destes acontecimentos.


Em determinado momento que não sabemos precisar, os espíritos responsáveis pela humanidade terrena concluíram que já seria a hora adequada para trazer as explicações necessárias e adequadas para esclarecer esta mesma humanidade sobre os fenômenos "fora do normal" e, com isso, trazer tudo para "dentro do normal".


Assim sendo, em decorrência do aumento da frequência e complexidade dos fenômenos, surgiu a Doutrina Espírita, trazida diretamente por aqueles que faziam parte do "fora do normal", isto é, os espíritos desencarnados. Allan Kardec foi o espírito "dentro do normal" escolhido para elaborar o procedimento de obtenção e apresentação da informação. Desta forma, a Codificação Espírita é elaborada segundo um padrão utilizado na literatura humana, propiciando condições para seu entendimento adequado.


Assim sendo, pode-se dizer que as explicações do "inexplicável" foram elaboradas por Kardec e faz parte do corpo doutrinário do Espiritismo, cujos livros básicos são conhecidos como Codificação Espírita ou Kardequiana.


Mas as explicações não pararam por aí. Em adição à Codificação, uma série de cientistas encarnados e espíritos desencarnados mais categorizados estudaram e trouxeram na forma de livros de estudo muita informação complementar. Dentre estes, podemos citar Ernesto Bozzano e William Crookes como cientistas que também se dedicaram aos estudo dos fenômenos espíritas e Joanna de Ângelis e André Luiz como desencarnados que se dedicaram a divulgação e ampliação dos conceitos espíritas.


Portanto, para a pergunta Quem explica o inexplicável?, podemos responder categoricamente: a Doutrina Espírita, que traz à luz as coisas obscuras, inviabilizando, para aqueles que tem "ouvido de ouvir", que sejam enganados pelos "falsos cristos e falsos profetas" que clamam possuírem a verdade.


* Claudio Conti é graduado em Química, mestre e doutor em Engenharia Nuclear e integra o quadro de profissionais do Instituto de Radioproteção e Dosimetria - CNEN. Na área espírita, participa como instrutor em cursos sobre as obras básicas, mediunidade e correlação entre ciência e Espiritismo, é conferencista em palestras e seminários, além de ser médium pscógrafo e psicifônico (principalmente). Detalhes no site www.ccconti.com.