Espiritismo .NET

Jovem de 15 anos assina estudo publicado na 'Nature'

24 de janeiro de 2013



Jovem de 15 anos assina estudo publicado na 'Nature'



Pesquisa aponta a rotação sincronizada de um disco de galáxias ao redor de Andrômeda


O estudante francês Neil Ibata, de 15 anos, é um dos destaques da última edição da revista Nature, uma das mais conceituadas publicações científicas do mundo. Ele aparece como um dos 16 coautores, entre físicos e astrônomos, de uma pesquisa sobre evolução de galáxias. O autor principal do trabalho é o pai dele, Rodrigo Ibata, pesquisador do Observatório Astronômico de Estrasburgo.


O trabalho aponta que metade das galáxias-satélites que estão “no entorno” (distâncias que variam de 100 a 1.300 anos-luz) de Andrômeda estão alinhadas em um mesmo plano orbital e giram sincronizadas em torno de seus próprios eixos. A descoberta mostra que as estruturas fazem parte de um conjunto e estão conectadas de algum modo, o que contraria as teorias atuais sobre formação de galáxias.


Andrômeda está a 2,5 milhões de anos-luz da Terra e é a galáxia gigante mais próxima da Via Láctea - a nossa -, o que permite estudá-la em detalhes.


O pai trouxe o filho ao local onde trabalha para que ele fizesse um estágio sobre a linguagem de programação Python, utilizada para este estudo sobre a evolução das galáxias ao redor de Andrômeda.


De acordo com o Centro Nacional de Pesquisa Científica, da França, Neil foi o primeiro a colocar em evidência a rotação de um disco de galáxias anãs ao redor da galáxia de Andrômeda no âmbito desse projeto. "Eu estava esperando o oposto", afirmou Rodrigo Ibata.


Segundo a reportagem do francês Le Figaro, o jovem Neil foi o primeiro a detectar que as galáxias rodavam com velocidades sincronizadas, após rodar os dados coletados pelo pai em um programa de computador que ele mesmo desenvolveu.


(Com AFP e Estadão Conteúdo)


Matéria publicada na Revista Veja, em 5 de janeiro de 2013.



Andreia Azevedo* comenta


Os pais exercem grande influência no desenvolvimento dos filhos. As crianças e os adolescentes, de maneira geral, são frutos da educação que os pais lhe transmitem. Os Espíritos, em O Livro dos Espíritos, nos falam do processo de evolução do Espírito reencarnante, bem como dos que participam de seu contexto. Os laços que ligam os Espíritos em famílias, numa dada reencarnação, podem ocorrer através da simpatia existente entre eles. Há, também, Espíritos que nascem em famílias que lhe auxiliarão na eliminação de seus  vícios e defeitos. Em outro aspecto, por exemplo, o Espírito reencarnante é que nasce em família cheia de vícios e defeitos, para que suas virtudes sirvam de inspiração aos seus familiares. A razão da união dos Espíritos em família dependerá da necessidade que existir entre os envolvidos para que se alavanque esse processo de evolução entre os mesmos.


Uma criança ou adolescente que se envolve em assuntos de ciências, ou temas acadêmicos, mostra a tendência que o Espírito traz consigo de estar ligado a temas edificantes. Os pais - a exemplo de Rodrigo Ibata, um astrofísico -, lhe oferecendo oportunidades para esse desenvolvimento, ativam essa tendência, facilitando assim o crescimento desses espíritos nas tarefas que abraçaram para atuar na presente encarnação, auxiliando dessa forma o progresso moral e intelectual do globo que habitam.


Não há que considerar se são esses Espíritos vindos de esferas mais evoluídas ou não. Mas há sim que considerar o exemplo que eles já nos transmitem, a partir desse interesse em desenvolver trabalhos que podem auxiliar a humanidade num futuro.


Allan Kardec, em A Gênese, nos fala das emigrações e imigrações dos Espíritos. Esse trânsito entre os diversos mundos no cosmos sempre aconteceu e assim perdurará. Não se deve, portanto, rotular essas imigrações no cenário atual, colocando no palco da presente vida títulos de crianças especiais supostamente vindas da estrela Alcione, etc. A necessidade iminente que envolve essa questão é a preocupação frente ao desenvolvimento de nosso próprio aspecto intelectual e moral, franqueando a nossos bens íntimos a Reforma Íntima realizada, para alcançar o Reino de Deus asseverado por Jesus.



Referências Bibliográficas


- Kardec, Allan. O Livro dos Espíritos. Ed. FEB. Cap. IV - Da Pluralidade das Existências. Cap. IV - Parentesco, Filiação; Parecenças Físicas e Morais;


- Kardec, Allan. A Gênese. Ed. FEB. Cap. XI - Gênese Espiritual - Emigrações e Imigrações dos Espíritos.


 
* Andreia Azevedo é natural de São Paulo, especialista em Tecnologia da Informação, astrônoma amadora e espírita desde 1980.