Espiritismo .NET

Casal transgênero engravida e dá à luz um menino nos EUA

Casal transgênero engravida e dá à luz um menino nos EUA



Extra Online


Quando o pequeno Dante tiver crescido o suficiente, seus pais sentarão com ele para explicar que "Mamãe não podia ter filhos, então o papai fez isso por ela".


A explicação para isso se deve ao fato deste lindo bebê de 22 meses de idade ter nascido em uma das mais incríveis famílias do mundo. Sua mãe, Emily, de 28 anos, nasceu menino. E seu pai, Cai, de 24, nasceu menina.


Os médicos duvidavam que tal façanha pudesse acontecer, e até mesmo Emily pensava assim, por achar que era estéril.


- Nós não planejamos ter um bebê assim - disse Emily. - Nós estávamos, na verdade, pensando em adotar, já que, até onde sabíamos, ter nosso próprio bebê seria impossível separadamente, menos ainda juntos. Como isso foi acontecer é um mistério, mas estamos agradecidos por esse milagre. Acredito que quando duas pessoas se amam muito, então coisas especiais podem acontecer.


Foi uma história de amor à primeira vista. Nem haviam se submetido, ainda, às cirurgias de troca de sexo, mas já viviam como o gênero oposto, compreendendo verdadeiramente um ao outro.


- Ser transgênero é um sofrimento, e não algo que você vive como uma fantasia. Então, conheci Cai e foi fantástico. Eu achava que essas coisas só acontecessem em contos de fadas - contou Emily, que está aguardando para fazer a cirurgia que irá remover seus órgãos masculinos.


O casal já não utilizava mais proteção para o ato sexual, mas acreditavam que não haveria risco de gravidez, porque Cai tomava doses altas de hormônio masculino, além de injeções para controle de natalidade. "Então, eu estava com sete meses de gravidez e não sabia. Não sentia o bebê se mexer dentro de mim", disse Cai.


- Eu estava resignada com a ideia de que nunca seria capaz de ter um filho biológico - disse Emily. Ela, que nasceu como menino, chamado Scott, fez poucos meses antes do nascimento a cirurgia para troca de sexo. - Nós adoramos nosso filho. Ele trouxe muita alegria para nós. Ele é perfeitamente saudável de todas as maneiras.


O casal, que vive numa área rural da Pensilvânioa, EUA, agora virou sensação na TV. Eles garantem que Dante vai crescer sem segredos. "Vamos explicar a situação, que não houve nada de errado nem que ele é diferente. Nós vamos dizer que mamãe não podia ter filhos, então papai fez isso por ela".


Fonte: site The Mirror


Notícia publicada no Jornal Extra, em 31 de julho de 2011.



Claudia Cardamone* comenta


Na questão 200, de “O Livro dos Espíritos”, Allan Kardec perguntou se os Espíritos teriam sexo. A resposta foi: “Não como o entendeis, porque os sexos dependem da constituição orgânica”.


Nesta notícia, podemos compreender um pouco esta diferença: o espírito do pai que habitava um corpo feminino gerou um filho da esposa que habita um corpo masculino. A evolução espiritual é também um desapego material. Se realmente a Terra caminha para o seu progresso e dos seus habitantes, precisamos estar dispostos a nos desapegarmos à matéria e isto também no mundo das ideias e crenças. Um bebê foi gerado, um espírito tem uma nova oportunidade de estar entre nós e progredir, será que realmente importa como se deu a reprodução? Esta criança é uma bênção na vida do casal. Devemos lembrar que sem a reprodução o mundo corpóreo morreria.


Se olharmos de uma forma humilde para a imensidão que constitui o Universo, será que conseguimos afirmar que conhecemos todas as formas possíveis de reprodução?


* Claudia Cardamone nasceu em 31 de outubro de 1969, na cidade de São Paulo/SP. Formada em Psicologia, no ano de 1996, pelas FMU em São Paulo. Reside atualmente em Santa Catarina, onde trabalha como artesã. É espírita e trabalhadora da Associação Espírita Seareiros do Bem, em Palhoça/SC.