Espiritismo .NET

Bilionário oferece R$ 1,6 milhão para quem salvar mundo do crescimento

Bilionário oferece R$ 1,6 milhão para quem salvar mundo do crescimento



Ele apresentou nesta quarta-feira detalhes do prêmio. Bilionário busca pessoa corajosa para ir contra a corrente.


Do G1, em São Paulo


O empresário australiano Dick Smith está oferecendo um milhão de dólares australianos (R$ 1,61 milhão) a qualquer pessoa com menos de 30 anos que possa impressioná-lo com ideias que possam salvar o mundo do crescimento desenfreado da população e do consumo.


Smith apresentou nesta quarta-feira (11), em Sydney (Austrália), detalhes do prêmio. O milionário acredita que o planeta, com seus recursos finitos, não consegue suportar o atual crescimento da população. Para ele, se nada for feito, a civilização humana entrará em colapso.


O empresário disse que busca uma pessoa corajosa para ir contra a corrente do crescimento populacional. Segundo ele, políticos, líderes empresariais e a mídia australiana têm medo de falar sobre o controle do crescimento da população, porque isso seria interpretado como racismo.


Notícia publicada no Portal G1, em 11 de agosto de 2010.



Leila Henriques* comenta


Aquele que abriga a preocupação com o crescimento populacional, da forma como o faz o bilionário australiano, não leva em conta a sabedoria da natureza que provê a harmonia da vida humana e planetária através de suas leis, sob as quais tudo e todos se colocam.


A Doutrina Espírita nos oferece, através de O Livro dos Espíritos, no seu capítulo sexto, da terceira parte, a compreensão de uma dessas leis, a qual  assegura o equilíbrio da vida, a Lei de Destruição.


Os instrutores espirituais nos informam que aquilo que nos parece um mau nem sempre o é e que os flagelos destruidores são uma necessidade para o progresso humano e para a regeneração moral dos Espíritos.


Asseguram que os flagelos destruidores, com os quais a Natureza assola o planeta, têm o poder de realizar, de transformar em alguns anos o que teria exigido séculos (questão 737).


Esses flagelos destruidores, permitidos pela Providência Divina, podem também vir pelas mãos do homem, como se dá com as guerras que tanta destruição promovem.


Em todos os casos, vê-se, passado o tempo, resultados positivos do que parecia trazer em seu bojo apenas a destruição material e a desgraça humana.


A Humanidade não está à deriva  sobre a Terra. Dirigem-na os prepostos do Criador que os incumbiu de velar pelo seu progresso, ordenando os acontecimentos planetários de forma a promover a harmonia do conjunto.


Portanto, é infundado o temor do crescimento populacional desordenado, já que sob a direção da Ciência Sideral, tudo se organiza, tudo está no seu devido lugar.


* Leila Henriques é espírita e colabora na divulgação da Doutrina Espírita na Internet.