Espiritismo .NET

Mãe de garoto de 14 anos com 251 kg é presa por negligência

Mãe de garoto de 14 anos com 251 kg é presa por negligência



A mãe de um garoto de 14 anos que alcançou e chegou ao peso de 251 quilos foi presa nos Estados Unidos acusada de negligência médica.


Segundo a rede de TV americana CNN, Alexander Draper e sua mãe Jerri Gray, de 49 anos, foram localizados próximo a uma lavanderia em Baltimore, no Estado de Maryland.


Os dois estavam sendo procurados pela polícia desde terça-feira, quando deveriam ter comparecido a uma audiência em um tribunal de família, na Carolina do Sul, em que o juiz ordenaria que a custódia do menino fosse transferida ao Estado.


"A mãe evitou o processo de custódia e escondeu a criança", disse uma das autoridades à CNN.


De acordo com o xerife Matt Armstrong, assim que foi localizado o adolescente foi examinado pelo serviço de emergências médicas e levado em seguida para o Departamento de Serviço Social de Maryland.


"O menino está provavelmente em um estado crítico de saúde", completou Armstrong. "As autoridades médicas decidiram que ele precisa de um tratamento que não está sendo providenciado por sua mãe", completou Armstrong.


Ainda segundo o xerife, a mãe está presa em um centro de detenção e será transferida para uma prisão na Carolina do Sul, onde será julgada.


Notícia publicada na BBC Brasil, em 22 de maio de 2009.



Sergio Rodrigues* comenta


Na questão 582 de O Livro dos Espíritos, os Espíritos afirmam que a paternidade - entendido o termo em seu sentido amplo, que abrange o pai e a mãe - é, sem contestação, uma verdadeira missão. "Deus colocou os filhos sob a tutela dos pais, a fim de que estes o dirijam pela senda do bem... Se este (o filho) vier a sucumbir por culpa deles, suportarão os desgostos resultantes dessa queda e partilharão dos sofrimentos do filho na vida futura, por não terem feito o que lhes estava ao alcance para que ele avançasse na estrada do bem", completam os Espíritos.


Para que o filho possa realizar o progresso que aqui veio buscar em direção à senda do bem, é importante que disponha de um corpo físico saudável, pois este é o instrumento que Deus nos oferece para a realização desse progresso durante a vida física. Independente das causas que levaram esse adolescente ao estado de obesidade mórbida, que dá notícia a matéria comentada, sua mãe, como responsável por ele perante a lei dos homens e também perante a Lei de Deus, deveria ter-lhe dispensado os cuidados que a situação requer. Ao negligenciar ao dever materno, não dispensando os cuidados que a situação requer, ficou sujeita às consequências que a sua desídia deu ocasião. Terá de responder perante a legislação humana, pois o fato é tipificado penalmente naquele País, e espiritualmente, por não ter atendido aos sagrados deveres da maternidade, certamente assumidos em seu planejamento reencarnatório.


* Sergio Rodrigues é espírita e colaborador do Espiritismo.Net.