Espiritismo .NET

Britânica encontra filho perdido há 27 anos pelo Facebook

Britânica encontra filho perdido há 27 anos pelo Facebook



Uma britânica encontrou seu filho depois de 27 anos graças a um perfil dele no site de relacionamento social Facebook, encontrado por sua irmã.


Avril Grube, 62 anos, vive em Poole, Dorset. Ela afirma que obteve a custódia de seu filho, Gavin Paros, depois do fim de seu casamento com um húngaro, em 1982.


O pai, entretanto, levou o filho para a Hungria no mesmo ano, e Grube não o via desde então.


Grube e sua irmã, Beryl Wilson, 59 anos, que vive em Liverpool, passaram anos tentando encontrar Paros, até mesmo entrando em contato com a Embaixada da Hungria e levando o caso para a ex-primeira-ministra britânica Margaret Thatcher.



Hospital


"Adoraria se Gavin viesse morar na Grã-Bretanha", afirmou Grube, que estava internada em um hospital de Dorset há uma semana.


"(O pai) tinha direito de visitar o filho, ele disse que iria ao zoológico ou algo assim, e quando ele não voltou, descobrimos que ele tinha levado (Gavin Paros) para a Hungria", disse Beryl Wilson.


"Minha irmã ficou muito mal, teve problemas de saúde. Tentei de tudo... mas ninguém queria saber", acrescentou.


Em março, Wilson digitou o nome do sobrinho em uma página de buscas na internet e encontrou seu perfil na página do Facebook, que mostrava corretamente que ele tinha nascido em Liverpool, além de dar o nome de sua mãe, Avril Grube.


"Fiquei tão aliviada, levou 27 anos, mas nunca desisti", disse a irmã de Grube.


Gavin Paros não tinha acessado seu perfil desde outubro de 2008 e não respondeu aos primeiros emails enviados, mas depois que Wilson enviou mensagens para os filhos dele, ele acabou respondendo aos emails enviados da Grã-Bretanha.



Filhos


Beryl Wilson conta que a irmã "ligou para o filho num domingo e conversou com ele, com a ajuda de um intérprete".


"No Natal minha irmã teve um derrame, ela sofre de angina, diabetes e sangramentos nasais crônicos... mas é muito importante que agora ela passe um tempo com o filho, pois ela não está bem de saúde", disse Wilson.


Gavin Paros, que trabalha no setor de construção e completará 30 anos no sábado, é casado e pai de três filhos. Ele também tinha tentado encontrar sua família nos últimos cinco anos.


Notícia publicada na BBC Brasil, em 29 de maio de 2009.



Claudia Cardamone* comenta


Um instrumento nunca é bom ou ruim, mas o uso que fazemos dele é que pode ser assim qualificado. A internet e os sites de relacionamento, como o Facebook, estreitam as ligações entre os espíritos aqui encarnados, mas podem ser usados tanto para ajudar como para prejudicar.


A doutrina espírita nos ensina qua não existe o acaso. Não podemos afirmar quais influências foram decisivas para o reencontro de mãe e filho: os bons espíritos, amigos desencarnados. Se nos colcarmos à disposição do bem e utilizarmos todos os instrumentos à nossa disposição com este fim, cada vez mais histórias como esta se repetirão.


Como os espíritos respondem à questão 459, de O Livro dos Espíritos: "Nesse sentido, a sua influência é maior do que supondes, porque muito frequentemente são eles que vos dirigem." Mas esta direção não vai contra a nossa vontade, pois o livre-arbítrio é sempre respeitado. Assim, quanto mais fizermos pelo bem, mais iremos nos tornando seus instrumentos.


Muitas pessoas criticam este tipo de site, mas na verdade não conhecem todo o seu potencial. Alguns usuários podem ser devedores, que sabem da necessidade de reparar os erros cometidos nesta e em vidas anteriores e temem ser encontrados. Para eles, a exposição em sites globalizados é uma loucura e uma tortura.


* Claudia Cardamone nasceu em 31 de outubro de 1969, na cidade de São Paulo/SP. Formada em Psicologia, no ano de 1996, pelas FMU em São Paulo. Reside atualmente em Santa Catarina, onde trabalha como artesã. É espírita e trabalhadora da Associação Espírita Seareiros do Bem, em Palhoça/SC.