Espiritismo .NET

Universidade virtual na Espanha ensina pais a criarem filhos

Universidade virtual na Espanha ensina pais a criarem filhos



Anelise Infante
De Madri para a BBC Brasil


O aumento dos delitos cometidos por menores de classe média na Espanha fez com que um grupo de educadores decidisse criar uma “universidade” virtual para ensinar os pais sobre a melhor maneira de criarem seus filhos.


Segundo eles, há cada vez mais crianças e adolescentes com poucas referências comportamentais porque há mais pais superprotetores ou que são mais colegas do que educadores de seus filhos. A solução: aprender a ser pai em uma universidade.


A recém-criada Universidade Para Pais (UP) oferece aulas gratuitas através de um campus online para que os pais de menores entre 0 e 16 anos tenham ajuda especializada em técnicas de pedagogia, psicologia e filosofia aplicada à educação.


“Chamamos esse projeto de pedagogia dos recursos”, disse à BBC Brasil o professor em Filosofia e diretor da UP, José Antonio Marina.


“Trata-se de um conjunto de técnicas que ajudam a pais e filhos a encontrar suas próprias ferramentas para levar a vida de forma sociável com hábitos de conduta, afeto, autonomia e caráter”, explica Marina.



Superproteção


O diretor da UP afirma que a geração de pais dos últimos 20 anos é a melhor informada, mas que “há uma lacuna nos quesitos limites e responsabilidades”.


Segundo ele, as crianças precisam se sentir seguras e autônomas para crescer, mas muitos pais desconhecem as necessidades reais de cada etapa de crescimento.


“Por isso, muitas vezes há exigências exageradas ou, em outros casos, superproteção. Os excessos de condescendência, a culpa ao dizer não, ausências ou tentativas de ser colega do filho em lugar de autoridade provocam confusões na cabeça do menor”.


Os casos de crianças que passam muito tempo com babás ou empregadas domésticas também são vistos como “arriscados” pelo diretor da UP, que afirma que a falta de autoridade das funcionárias contribui para que o menor imponha seus critérios.


Para ensinar a resolver os conflitos, a “universidade” espanhola propõe soluções personalizadas para cada família.


Os pais-alunos são acompanhados por um tutor, que faz um itinerário pedagógico durante um ano.


Eles recebem informações sobre como utilizar seus recursos e frequentes atualizações sobre técnicas de psicopedagogia com bases científicas, além de bibliografia.


A UP também tem uma comunidade virtual de pais para que os interessados compartilhem experiências.



Cobranças


Mas os pais-alunos também terão cobranças: aqueles que deixarem de responder aos contatos dos tutores perdem a matrícula.


A universidade tem ainda fóruns virtuais com temas básicos como: férias em família; como dizer não a um filho; cuidados durante gestação, parto e chegada do bebê; primeira infância (18 meses até 3 anos) e jogos entre pais e filhos.


Os cursos da Universidade Para Pais são para 150 alunos por ano. Segundo o diretor da UP, as aulas são gratuitas porque a instituição tem patrocínio de fundações educativas.



Delitos entre jovens


Estatísticas do Ministério do Interior da Espanha indicam um aumento de 70% do número de delitos cometidos por menores nos últimos cinco anos.


Em 2008 houve média de 160 detenções por dia, principalmente por agressões gravadas com celulares, roubos com intimidação, abuso sexual e maus tratos no ambiente familiar.


Segundo o porta-voz do Juizado de Menores espanhol, 80% dos detidos não são delinquentes habituais e se regeneram após a primeira detenção. Os outros 20% tendem a entrar para a criminalidade.


Notícia publicada na BBC Brasil, em 5 de janeiro de 2009.



José Antonio M. Pereira* comenta


A pergunta 208, de O Livro dos Espíritos, demonstra a importância e a responsabilidade dos pais perante o sucesso espiritual dos filhos:


208. Nenhuma influência exercem os Espíritos dos pais sobre o filho depois do nascimento deste?


“Ao contrário: bem grande influência exercem. Conforme já dissemos, os Espíritos têm que contribuir para o progresso uns dos outros. Pois bem, os Espíritos dos pais têm por missão desenvolver os de seus filhos pela educação. Constitui-lhes isso uma tarefa. Tornar-se-ão culpados, se vierem a falir no seu desempenho.”


Ao codificar a Doutrina Espírita, Allan Kardec defende a ideia de que assim como a educação transforma a sociedade quanto ao aspecto da instrução, do conhecimento, ela também pode mudar as pessoas quanto ao aspecto ético-moral.


Seguindo o mesmo raciocínio, poderíamos entender que a proposta da Universidade Virtual Espanhola é bastante pertinente: usar a educação para cumprirmos melhor uma tarefa que antes ninguém pensou que poderia ser tratada desta maneira. E sendo esta tarefa de grande importância, como vimos anteriormente, a inciativa é das mais louváveis.


Acho que vou me matricular neste curso.


* José Antonio M. Pereira coordena o ESDE e é médium da Casa de Emmanuel, além de integrante da Caravana Fraterna Irmã Scheilla, no Rio de Janeiro. Também é colaborador da equipe do Serviço de Perguntas e Respostas do Espiritismo.net.