Espiritismo .NET

Filmes brasileiros surpreendem e fazem boas estréias no fim de semana

Filmes brasileiros surpreendem e fazem boas estréias no fim de semana



RIO - As produções nacionais surpreenderam e fizeram boa estréia no circuito este fim de semana. Mesmo com 14 lançamentos no país, os longas "Bezerra de Menezes - Diário de um espírito" e "Os desafinados" conseguiram ficar entre os dez mais vistos no ranking divulgado esta terça-feira, pelo "Filme B". E o mais improvável: o médium vivido por Carlos Vereza superou o galã Rodrigo Santoro.


Com temática espírita, "Bezerra de Menezes" teve a melhor média de público. Foram 1.049 pessoas por cópia (o filme foi distribuído com 44 fitas), deixando a produção protagonizada por Carlos Vereza na sétima posição. Para se ter uma idéia, a melhor estréia da semana, "O reino proibido" com Jackie Chan, ficou em segundo lugar, levando mais de 90 mil pessoas aos cinemas. Mas fez apenas 511 espectadores por cópia. Ao todo, "Bezerra de Menezes" foi visto por 51.389 pessoas.


Outra estréia brasileira, o aguardado "Os desafinados", ficou em oitavo lugar. O filme de Walter Lima Jr., com Rodrigo Santoro, Selton Mello e Cláudia Abreu no elenco, foi visto por 37.405 espectadores. Em cartaz com 50 cópias, a média de público foi de 575 pessoas.


Outro lançamento brasileiro da semana, "O mistério do samba", também teve boa média de espectadores por sala (o filme tem distribuição digital). O longa sobre a Velha Guarda da Portela, com Marisa Monte de produtora e entrevistadora, foi visto por 6.646 pessoas no total (415 por sala) e ocupa a 17ª posição.


"Era uma vez", de Breno Silveira, ganhou novo fôlego e teve um aumento de público de 7% na sua sexta semana em cartaz. O longa da Conspiração Filmes foi visto por 29 mil pessoas, ficou em décimo lugar no ranking e já levou 348.955 pessoas aos cinemas até agora.


Em primeiro no ranking, pela segunda semana consecutiva, continua "O procurado", filme baseado em uma história em quadrinhos, estrelado por Angelina Jolie. A produção foi vista por mais de 140 mil pessoas no fim de semana e já acumula 504 mil espectadores.


O segundo melhor lançamento foi o terror "O nevoeiro", baseado em um conto de Stephen King. O filme lançado com 120 cópias foi visto por 59 mil pessoas e ficou em sexto lugar.


A surpresa decepcionante entre as estréias foi "Trovão tropical". Há três semanas consecutivas liderando as bilheterias americanas, a paródia de filmes de ação com Robert Downey Jr., Ben Stiller e Jack Black estreou no Brasil em nono lugar. O público total é 34.819 pessoas.


"U2 3D" lançado apenas nas 11 salas com tecnologia 3D do país ficou na 12ª posição. O filme foi visto por 10.348 pessoas, com a ótima média de público: 941 pessoas por cópia.


Notícia publicada em O Globo Online, em 2 de setembro de 2008.



Comentário da Administração do Portal Espiritismo.net


A produção de temática espírita Bezerra de Menezes - Diário de um espírito surpreendeu os donos de salas de cinema e fez uma excelente estréia no fim de semana passado. O filme dirigido por Glauber Filho e Joe Pimentel enfrentou a concorrência de 14 lançamentos simultâneos e ficou entre os dez mais vistos em todo o País.


O filme teve a melhor média de público. Cada uma das 44 cópias foi vista por 1.049 pessoas deixando a produção protagonizada por Carlos Vereza na sétima posição. Para se poder fazer comparação, a melhor estréia da semana, "O reino proibido" com Jackie Chan, ficou em segundo lugar, levando mais de 90 mil pessoas aos cinemas. Mas o filme registrou em média 500 espectadores por cópia. Já "Bezerra de Menezes" foi visto por um total de 51.389 pessoas.


O site do jornal O Globo observou que o desempenho do filme espírita fez com que o médico vivido pelo ator Carlos Vereza (que interpreta Bezerra de Menezes) tenha superado o galã Rodrigo Santoro, protagonista de o filme "Os Desafinados", que também conseguiu ficar entre os mais vistos no fim de semana, mas em oitavo lugar na lista. O filme de Walter Lima Jr. foi visto por 37.405 espectadores. Em cartaz com 50 cópias, a média de público de "Os Desafinados" foi de 575 pessoas.


É de se louvar o desempenho do filme Bezerra de Menezes - Diário de um espírito, fruto do esforço de execução e divulgação do empresário Luiz Eduardo Girão e da ONG Estação da Luz. Durante mais de um ano, Girão financiou e divulgou incansavelmente o filme, o primeiro de temática essencialmente espírita a ser exibido nas salas de cinema comerciais – bastaria isso para lhe garantir o pioneirismo.


O longa-metragem “Bezerra de Menezes: o Diário de Um Espírito”, dirigido pelos cineastas cearenses Glauber Filho e Joe Pimentel, tem em seu elenco nomes como Carlos Vereza – que interpreta o papel principal -, Lúcio Mauro, Ana Rosa, Caio Blat e Paulo Goulart Filho.


O filme foi lançado nas salas de cinema de todo o Brasil no dia 29 de agosto, data de aniversário de Bezerra de Menezes. A produção do filme e a Fox Filmes do Brasil, distribuidora da produção no mercado nacional, agendou avant-premières em treze capitais brasileiras: Belém, Teresina, Fortaleza, Recife, Natal, Salvador, Brasília, Goiânia, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre.


“Bezerra de Menezes: o Diário de Um Espírito” é uma produção da Trio Filmes, com realização da ONG Estação da Luz, e teve orçamento de R$ 2,7 milhões. O filme teve locações em dois Estados. No Ceará, as filmagens ocorreram em Fortaleza e nos municípios de Guaramiranga, Pacoti, Aratuba, Icó e Maranguape. A equipe de atores e da produção também fez gravações em Recife (PE).


Para a realização do longa-metragem, foi elaborada uma extensa e cuidadosa pesquisa histórica pelo biógrafo de Bezerra de Menezes, Luciano Klein, e também pela roteirista Andréa Bardawill.


O universo sertanejo permeia a trama na primeira fase do filme, na qual Bezerra de Menezes vive a infância e a adolescência. Aos dezoito anos, o protagonista inicia no Rio de Janeiro seus estudos de Medicina. Na então Capital da República, elegeu-se vereador e deputado em várias legislaturas e defendeu as idéias abolicionistas. Mas o que lhe trouxe o maior reconhecimento foi o trabalho realizado em prol dos desfavorecidos. Seja como político devotado às causas humanitárias ou como médico conhecido por jamais negar socorro a quem batesse à sua porta, Bezerra de Menezes tornou-se um exemplo de homem e escreveu uma história de vida marcada pelo amor e pela caridade. O filme retrata essa bela história.



Os Diretores


Glauber Filho realizou vários curtas-metragens, entre eles "A Doença do Poço", "Borracha para Panela de Pressão" e "San Pedro, um Navio a Deriva". Produziu e dirigiu o longa "Oropa, França, Bahia", premiado pela Fundação Vitae e MacArtur. Recebeu diversos prêmios em festivais nacionais e internacionais de cinema, como o Festival Internacional de Figueira da Foz (Portugal), Festival de Cinema de Tondela (Portugal) e Videofest (Berlim- Alemanha). Como diretor publicitário, atuou em grandes produções cearenses, e também presidiu a TV Ceará entre 2003 a 2006.


Joe Pimentel é fotografo e diretor. Já atuou como Diretor de Fotografia e Assistente de Direção de diversas produções, como "Sertão das Memórias", "Um Cotidiano Perdido no Tempo", "Villa Lobos - Uma Vida de Paixão", "Milagre em Juazeiro" e "O Noviço Rebelde". Como diretor, realizou vários curtas, entre eles "Retrato Pintado", filme que lhe rendeu as maiores premiações do cinema nacional como melhor filme e direção nos festivais de Brasília, Recife, Curitiba e Ceará. Atualmente, ele finaliza o curta "Câmara Viajante", e dirige a Trio Filmes.



Estação da Luz


A Associação Estação da Luz é uma entidade, sem fins lucrativos, que atua no município do Eusébio, Ceará. Ela desenvolve e realiza diversos projetos sociais nas áreas de educação, cultura, inclusão social, esporte e lazer. Suas ações visam divulgar uma cultura de paz e solidariedade.