Espiritismo .NET

Perdoar para quê?

Perdoar para quê?



O perdão oferece a possibilidade de conseguir liberdade e alívio. Quando perdoamos e somos perdoados, nossas vidas sempre se transformam


Katia Cristina Horpaczky


Pra que serve o perdão?


O perdão oferece a possibilidade de conseguir liberdade e alívio.


Quando perdoamos e somos perdoados, nossas vidas sempre se transformam. As doces promessas do perdão são mantidas. E começamos uma nova relação conosco e com o mundo.


Vamos fazer um exercício: Pare alguns minutos e preste atenção nas emoções que a sugestão de perdoar alguém desperta em você. Permita agora que venha à sua mente uma pessoa que você acha que te fez sofrer. O que você acha de perdoar essa pessoa? O que significa para você perdoá-la? O que você teria que fazer para perdoá-la?


O que é o Perdão?


Perdão é para você e não para o autor da afronta.


Perdão é recuperar seu poder.


Perdão é assumir a responsabilidade por como você se sente.


Perdão pode melhorar sua saúde física e mental.


Perdão é uma escolha.


Perdoar não significa que você deva mudar o seu comportamento. Se eu perdôo um amigo de quem estou afastada, não preciso voltar a ligar para ele a não ser que eu realmente queira.


Para perdoar não é preciso que você comunique verbalmente que a pessoa está perdoada. Talvez as pessoas com quem você esteja mais zangado sejam aquelas que você não pode contatar.


Perdoar só precisa de uma mudança na percepção, outra maneira de ver as pessoas e as circunstâncias que nos causam dor e sofrimento.


Perdoar é uma decisão de ver além dos limites da nossa personalidade, é ver além dos medos, neuroses e erros.


Perdoar é um modo de vida que vai nos transformando aos poucos de vítimas indefesas em poderosos e co-criadores da nossa realidade.


O que o Perdão não é:


Perdão não é fechar os olhos para a falta de amabilidade.


Perdão não precisa ser uma experiência religiosa ou sobrenatural.


Perdão não significa se reconciliar com o autor da afronta.


Perdão não significa desistir de ter sentimentos.


O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE: GUARDAR MÁGOA E RANCOR PREJUDICA A SAÚDE.


Alguns estudos revelam que:


As pessoas que demonstram mais inclinação ao perdão têm menos problemas de saúde.


O Perdão gera menos estresse.


O Perdão gera menos sintomas físicos.


Pessoas que culpam outras por seus problemas apresentam índices mais altos de doenças cardiovasculares e cânceres.


Até as pessoas que sofreram perdas devastadoras podem aprender a perdoar e a se sentir melhor em termos psicológicos e emocionais.



Auto-Perdão: O maior desafio


Ao meu ver, perdoar a si mesmo é o maior desafio que você irá encontrar, é o processo de aprender a se amar e a se aceitar.


No auto-perdão, costuma haver uma grande resistência, pois ele requer uma mudança significativa, uma morte.


Que morte é essa? É um morrer para os velhos habitos, morrer para a culpa, a vergonha e a auto-crítica. Quantas vezes condicionamos o auto-perdão a circunstâncias diferentes do momento?


Qual auto-crítica você terá de abandonar para poder se perdoar?


O auto-perdão é um grande nascimento. Permita-se!


Artigo publicado no portal MSN Entretenimento, em 15 de fevereiro de 2008.