2011-01-19 Semana Espírita em Salvador aborda o tema "Prazer de Viver"

Semana Espírita em Salvador aborda o tema "Prazer de Viver"


A partir do próximo sábado, o Centro Espírita Casa de Redenção Joanna de Ângelis promove a 14ª edição de sua Semana Espírita, com palestras em sua sede, sempre às 20h, até o dia 29 de janeiro. Ainda na programação, sessão de pintura mediúnica, além de um Seminário Espírita.

As palestras contarão com os expositores José Alberto Medrado, Nahon Castro, Francisco Masan, Marcel Mariano, Solon Queiroz, Kau Mascarenhas, Djalma Argolo e Adenáuer Novaes.

Os assuntos abordados serão "Prazer de Viver - O Sentido da Vida", "Relações Afetuosas", "Receitas para Alma", "Os Prazeres da Alma", "Escutando Sentimentos", "Quem Sabe Pode Muito, Quem Ama Pode Mais", "Religião e Religiosidade" e "Destino Humano".

No domingo, dia 23, das 9h às 12h, haverá uma sessão de pintura mediúnica, com o médium José Alberto Medrado, e posterior leilão de quadros. E no sábado, dia 29, das 9h às 13h, Adenáuer Novaes apresenta o Seminário "Mito Pessoal e Destino Humano".

O endereço do Centro Espírita Casa de Redenção Joanna de Ângelis é Rua Lima Borges, nº 5, Patamares, Salvador, BA.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (71) 3363-5656.



A ilha em que todos os habitantes descendem de um único homem

A ilha de Palmerston, situada no Oceano Pacífico, abriga uma das comunidades mais isoladas do planeta. Curiosamente, a maioria dos seus 62 habitantes descende de um único homem: William Marsters, um inglês que se instalou ali há 150 anos. Claudio Conti comenta.

Pintura Mediúnica em Brasília

Em comemoração aos 157 do lançamento de "O Livro dos Espíritos", o Grupo Arte Cura promove uma apresentação de pintura mediúnica no dia 18 de abril, no Centro Espírita "Sebastião, o Mártir". Toda renda obtida com as pinturas será doada a instituições de caridade e haverá sorteio de uma das telas produzidas.

Solidão aumenta em 14% as chances de idosos morrerem de forma prematura

O sentimento de solidão pode aumentar as chances de uma pessoa morrer de forma prematura em até 14%, de acordo com uma pesquisa da Universidade de Chicago. Problema apresenta mais riscos que a obesidade e a falta de dinheiro. Jorge Hessen comenta.