2011-01-19 Semana Espírita em Salvador aborda o tema "Prazer de Viver"

Semana Espírita em Salvador aborda o tema "Prazer de Viver"


A partir do próximo sábado, o Centro Espírita Casa de Redenção Joanna de Ângelis promove a 14ª edição de sua Semana Espírita, com palestras em sua sede, sempre às 20h, até o dia 29 de janeiro. Ainda na programação, sessão de pintura mediúnica, além de um Seminário Espírita.

As palestras contarão com os expositores José Alberto Medrado, Nahon Castro, Francisco Masan, Marcel Mariano, Solon Queiroz, Kau Mascarenhas, Djalma Argolo e Adenáuer Novaes.

Os assuntos abordados serão "Prazer de Viver - O Sentido da Vida", "Relações Afetuosas", "Receitas para Alma", "Os Prazeres da Alma", "Escutando Sentimentos", "Quem Sabe Pode Muito, Quem Ama Pode Mais", "Religião e Religiosidade" e "Destino Humano".

No domingo, dia 23, das 9h às 12h, haverá uma sessão de pintura mediúnica, com o médium José Alberto Medrado, e posterior leilão de quadros. E no sábado, dia 29, das 9h às 13h, Adenáuer Novaes apresenta o Seminário "Mito Pessoal e Destino Humano".

O endereço do Centro Espírita Casa de Redenção Joanna de Ângelis é Rua Lima Borges, nº 5, Patamares, Salvador, BA.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (71) 3363-5656.



Semana Espírita em Goiás

De 4 a 12 de junho de 2016 será realizada a 5ª Semana Espírita de Goiânia. O tema central é "Vida: Desafio & Soluções". Na programação, palestras em várias casas espíritas com Haroldo Dutra Dias, Eulália Bueno, Juliano Fagundes, Luis Hu Rivas, Andrei Moreira, Cintia Vieira e Alexandre Caldini.

Encontro Espírita em Minas Gerais

De 24 a 26 de junho de 2016 será realizado no Complexo Cultural da Urca, em Poços de Caldas, o 2º Encontro Espírita de Inverno. O tema central é "O que é o Espiritismo? Que tenham olhos para ver e ouvidos para ouvir". Na programação, palestras e seminários com Cosme Massi, Alberto Almeida, Margareth Áquila, entre outros.

Saiba como pensar na morte afeta a mente humana

A morte poderá deixar de ser tabu num futuro próximo. Nos últimos anos, houve grandes esforços para promover o diálogo sobre o fim da vida, tanto em espaços privados como públicos. Um exemplo são os "cafés da morte" criados na Suíça, em 2004. Jorge Hessen comenta.