2007-09-12 Depois do estresse, a depressão

Estresse

Depois do estresse, a depressão


Pouca gente sabe, mas a maioria dos casos de depressão, que já é considerada um dos grandes males do século 21, começa com o estresse crônico ou agudo. Esse problema, juntamente com os distúrbios no sistema cardiovascular podem ser considerados os principais perigos que o estresse pode provocar.

Segundo o psiquiatra Renério Fraguas Junior, situações estressantes podem desencadear outros problemas além da depressão, como a síndrome do pânico e o transtorno bipolar, em que o estado do paciente oscila entre o eufórico e o depressivo.

O contrário também pode acontecer. Da mesma forma que pessoas submetidas a estresse são mais suscetíveis à depressão, as pessoas deprimidas têm mais propensão a se sentirem pressionadas e a se encontrarem em situações estressantes, ou seja, a depressão também favorece o estresse.

Fragilidades no sistema cardiovascular também costumam ser potencializadas com a depressão. Isso quer dizer que aqueles que já tiveram algum problema com o coração e apresentarem depressão associada a exposição ao estresse têm cerca de três vezes mais chance de sofrer um enfarte. 

http://www.terra.com.br/saude


Vida e Saúde – Qualidade de Vida
Redação Terra: Thais Gurgel



Como a música que toca na loja influencia suas compras

Defensores da música ambiente argumentam que ela pode manipular o comportamento de consumidores tanto quanto o design de uma loja, a organização e decoração do espaço e a forma como os produtos são apresentados. Glória Alves comenta.

Seminário sobre Kardec em São Paulo

Será realizado no dia 1º de outubro de 2016, a partir das 18h30 no Grupo Espírita Irmã Marisa, o Seminário “Para entender Kardec educador”. A facilitadora será a educadora, jornalista e escritora Dora Incontri. O evento promovido pela União das Sociedades Espíritas Municipal de Osasco celebra os 212 anos de Allan Kardec.

Juíza diz que meritocracia 'naturaliza pobreza' e post viraliza nas redes sociais

O texto de uma juíza do interior do Paraná criticando a ideia de meritocracia viralizou nas redes sociais, chegando a atingir mais de 100 mil curtidas e 36,5 mil compartilhamentos. Nele, a magistrada Fernanda Orsomarzo diz que o discurso da meritocracia “naturaliza a pobreza”. Jorge Hessen comenta.