2007-09-12 Quem está mais exposto ao estresse?

Estresse

Quem está mais exposto ao estresse?


Se você associa o estresse a executivos e a profissionais com grandes responsabilidades no trabalho, mude seus conceitos. A profissão, hoje em dia, não define se uma pessoa estará mais ou menos exposta ao estresse.

"A situação em que está inserida no trabalho é mais importante do que o posto que a pessoa ocupa, ou sua profissão", afirma o psiquiatra Renério Fraguas Junior. Posições de trabalho com alta demanda, cobrança e baixa autonomia, além daquelas que requerem muita responsabilidade são as que proporcionam mais estresse. Outro grande vilão é o desemprego.

Segundo o psiquiatra, o estresse entre pessoas que não detêm cargo de comando pode ter crescido pela insegurança cada vez maior que existe nas grandes cidades. "Os papéis nelas são muito pouco definidos, as pessoas são anônimas e há pouco suporte social. Você não sabe com quem pode contar e está sujeito a uma desconfiança maior." 

http://www.terra.com.br/saude


Vida e Saúde – Qualidade de Vida
Redação Terra: Thais Gurgel



Semana Espírita em Goiás

De 4 a 12 de junho de 2016 será realizada a 5ª Semana Espírita de Goiânia. O tema central é "Vida: Desafio & Soluções". Na programação, palestras em várias casas espíritas com Haroldo Dutra Dias, Eulália Bueno, Juliano Fagundes, Luis Hu Rivas, Andrei Moreira, Cintia Vieira e Alexandre Caldini.

Encontro Espírita em Minas Gerais

De 24 a 26 de junho de 2016 será realizado no Complexo Cultural da Urca, em Poços de Caldas, o 2º Encontro Espírita de Inverno. O tema central é "O que é o Espiritismo? Que tenham olhos para ver e ouvidos para ouvir". Na programação, palestras e seminários com Cosme Massi, Alberto Almeida, Margareth Áquila, entre outros.

Saiba como pensar na morte afeta a mente humana

A morte poderá deixar de ser tabu num futuro próximo. Nos últimos anos, houve grandes esforços para promover o diálogo sobre o fim da vida, tanto em espaços privados como públicos. Um exemplo são os "cafés da morte" criados na Suíça, em 2004. Jorge Hessen comenta.