2007-09-12 Quem está mais exposto ao estresse?

Estresse

Quem está mais exposto ao estresse?


Se você associa o estresse a executivos e a profissionais com grandes responsabilidades no trabalho, mude seus conceitos. A profissão, hoje em dia, não define se uma pessoa estará mais ou menos exposta ao estresse.

"A situação em que está inserida no trabalho é mais importante do que o posto que a pessoa ocupa, ou sua profissão", afirma o psiquiatra Renério Fraguas Junior. Posições de trabalho com alta demanda, cobrança e baixa autonomia, além daquelas que requerem muita responsabilidade são as que proporcionam mais estresse. Outro grande vilão é o desemprego.

Segundo o psiquiatra, o estresse entre pessoas que não detêm cargo de comando pode ter crescido pela insegurança cada vez maior que existe nas grandes cidades. "Os papéis nelas são muito pouco definidos, as pessoas são anônimas e há pouco suporte social. Você não sabe com quem pode contar e está sujeito a uma desconfiança maior." 

http://www.terra.com.br/saude


Vida e Saúde – Qualidade de Vida
Redação Terra: Thais Gurgel



As religiões vão desaparecer no futuro?

Um número cada vez maior de pessoas – milhões delas – acredita que definitivamente a vida acaba depois da morte e que não existe Deus nem um plano divino. Esse movimento parece estar ganhando força. Aliás, em alguns países, o ateísmo assumido nunca foi tão popular. Jorge Hessen comenta.

Seminário sobre preservação da vida será realizado na Bahia

Será realizado no dia 8 de março de 2015, no Instituto Kardecista da Bahia, o Seminário Sobre a Preservação da Vida. O facilitador será o palestrante Oscar Calmon, profundo estudioso sobre familia, casamento, Evangelho no Lar e outros temas de cunho moral.

Cão é abandonado em estação de trem com pertences em mala

Uma associação protetora de animais da Escócia tenta localizar o dono de um cachorro que foi abandonado em uma estação de trem junto com seus pertences em uma mala, com o travesseiro do cachorro, um brinquedo, uma tigela de comida e ração. Nara de Campos Coelho comenta.