2007-09-12 Quem está mais exposto ao estresse?

Estresse

Quem está mais exposto ao estresse?


Se você associa o estresse a executivos e a profissionais com grandes responsabilidades no trabalho, mude seus conceitos. A profissão, hoje em dia, não define se uma pessoa estará mais ou menos exposta ao estresse.

"A situação em que está inserida no trabalho é mais importante do que o posto que a pessoa ocupa, ou sua profissão", afirma o psiquiatra Renério Fraguas Junior. Posições de trabalho com alta demanda, cobrança e baixa autonomia, além daquelas que requerem muita responsabilidade são as que proporcionam mais estresse. Outro grande vilão é o desemprego.

Segundo o psiquiatra, o estresse entre pessoas que não detêm cargo de comando pode ter crescido pela insegurança cada vez maior que existe nas grandes cidades. "Os papéis nelas são muito pouco definidos, as pessoas são anônimas e há pouco suporte social. Você não sabe com quem pode contar e está sujeito a uma desconfiança maior." 

http://www.terra.com.br/saude


Vida e Saúde – Qualidade de Vida
Redação Terra: Thais Gurgel



Encontro será realizado no Rio Grande do Sul

Será realizado nos dias 26 e 27 de julho no Teatro do Bourbon Country o 1º Encontro de Medicina, Direito e Espiritualidade. O tema central será "Em busca da saúde integral e da pacificação social". Entre os palestrantes estarão Décio Iandoli, Gabriel Salum e Gilmar Bortolotto.

Encontro de Arte Espírita no Mato Grosso do Sul

Acontecerá no dia 26 de julho de 2014, de 17h às 20h no estacionamento do Hospital Nosso Lar, em Campo Grande, o 11º Encontro de Arte Espírita. O tema central será "A Divina Lei do Amor - uma homenagem aos 150 anos de lançamento de "O Evangelho Segundo o Espiritismo".

Mãe de vítima salva iraniano da forca à beira de execução

Um homem foi salvo da forca pela mãe do rapaz que assassinou segundos antes de ser executado no Irã, de acordo com o Daily Mail. De acordo com o pai da vítima, o filho da mulher teria aparecido em um de seus sonhos e pedido que a família não se vingasse. Sergio Rodrigues comenta.