2007-09-12 Quem está mais exposto ao estresse?

Estresse

Quem está mais exposto ao estresse?


Se você associa o estresse a executivos e a profissionais com grandes responsabilidades no trabalho, mude seus conceitos. A profissão, hoje em dia, não define se uma pessoa estará mais ou menos exposta ao estresse.

"A situação em que está inserida no trabalho é mais importante do que o posto que a pessoa ocupa, ou sua profissão", afirma o psiquiatra Renério Fraguas Junior. Posições de trabalho com alta demanda, cobrança e baixa autonomia, além daquelas que requerem muita responsabilidade são as que proporcionam mais estresse. Outro grande vilão é o desemprego.

Segundo o psiquiatra, o estresse entre pessoas que não detêm cargo de comando pode ter crescido pela insegurança cada vez maior que existe nas grandes cidades. "Os papéis nelas são muito pouco definidos, as pessoas são anônimas e há pouco suporte social. Você não sabe com quem pode contar e está sujeito a uma desconfiança maior." 

http://www.terra.com.br/saude


Vida e Saúde – Qualidade de Vida
Redação Terra: Thais Gurgel



Como o pós-consumismo floresce na Alemanha

Multiplicam-se, em Berlim e outras cidades, sites e comunidades para doar ou compartilhar — de comida a eletrodomésticos, livros e caronas. Uma das comunidades de maior sucesso leva o nome genérico Free Your Stuff (FYS, literalmente: “liberte as suas coisas”). Claudio Conti comenta.

Evento espírita em Sergipe

Nos dias 29 e 30 de novembro de 2014 será realizado no Espaço Chico Xavier o 5º Campo do Brito Espírita. O tema central é "Pelos Caminhos do Amor". Na programação, palestras, cinema, música e teatro. Entre os convidados estão Francisco Cajazeiras, Simão Pedro, Junior Vidal, Lirálcio Ricci e Grupo Arte Nascente.

Após 6 anos solteira, britânica se casa consigo mesma

Solteira há seis anos, a fotógrafa e videomaker disse que havia construído uma relação incrível com ela mesma e que se envolver com outra pessoa parecia "trabalhoso demais" naquele momento. Foi um casamento quase tradicional. Breno Henrique de Sousa comenta.