2009-07-13 Campina Grande promove Jornada Médico-Espírita

Campina Grande promove Jornada Médico-Espírita


"Saúde e Espiritualidade" será o tema central da 5ª Jornada Médico-Espírita de Campina Grande, a JAMEC, como é conhecida. O evento acontecerá nos dias 11, 12 e 13 de setembro de 2009, no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba - FIEP.

"O impacto das virtudes na conquista da saúde integral", "Integrando saúde e espiritualidade", "Depressão e Processos obsessivos", "O Valor terapêutico da Prece", "Do Átomo ao Arcanjo – A trajetória evolutiva do Ser", "Reencarnação e Ciência", "A Lei de Amor na construção da felicidade", "Bioética" e "Jesus, médico de corpos e de Alma" serão alguns dos assuntos abordados ao longo do Encontro.

Carlos Roberto, Décio Iandoli Jr., Irvênia Prada, Sérgio Lopes, Ricardo Santos e Rossandro Klinjey são os palestrantes que já têm participação confirmada no evento.

O endereço da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba é Av. Manoel Guimarães, 195, José Pinheiro, Ed. Agostinho Velloso da Silveira, Campina Grande, PB.

Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (83) 3321-2706, (83) 9971-2241, (83) 9971-2231 ou (83) 8847-8141.



Sudanesa é condenada à morte por abandonar Islã por marido cristão

A Justiça do Sudão condenou à morte por enforcamento uma mulher muçulmana acusada de apostasia - abandono da religião - depois que ela se afastou do Islã para se casar com um cristão.  O grupo de direitos humanos Anistia Internacional condenou a decisão. Paula Mendlowicz comenta.

Simpósio será realizado em Pernambuco

De 1º a 3 de agosto acontecerá no Teatro Guararapes (Centro de Convenções) o 9º Simpósio de Estudos e Práticas Espíritas de Pernambuco. Na programação, palestras de Alberto Almeida, Augusto Cury, Décio Iandoli Júnior, Sérgio Lopes, Simão Pedro e Denizard de Souza.

Casa é demolida após exorcismo e fenômenos incomuns no RS

O caso se tornou o principal assunto da cidade e mobilizou vizinhos e autoridades locais. Segundo moradores, objetos se movimentavam sozinhos e pedras caíam. Policiais, assistentes sociais e até médium foram chamados ao local. Jorge Hessen comenta.